quarta-feira, junho 03, 2009

Marco do Correio




Amordaçaram marcos do correio. Pelo menos alguns, que eu já vi e fotografei.

E dei comigo a pensar: se já ninguém, ou quase ninguém, escreve cartas, para que servem esses marcos vermelhos?

E senti pena: de deixarem inexoravelmente de existir; de cartas deixarem de ser escritas e colocadas nas suas ranhuras.

E recordei: as folhas de papel, de requintada qualidade, timbradas a relevo pela tipografia “Henry Gris” ou encimadas por elaborados monogramas; os sobrescritos, da mesma qualidade de papel, forrados a fino papel de seda; as tintas de escrever “Quink”, de várias cores, azul, azul turquesa, preta, castanha, que sabiam escrever, sem erros, sem “k”, sem abreviaturas inexplicáveis, textos cuidados, em letra cursiva bem desenhada, saídos de uma caneta “Parker 51”, como a que ganhei de presente, quando completei o segundo grau da instrução primária.

Será que vão desaparecer todos, os marcos do correio?

4 Comentários:

Blogger Pitucha disse...

Sinais dos tempos?
Beijos

quinta-feira, junho 04, 2009 7:30:00 da manhã  
Blogger CMP disse...

Não vão. No Natal, continuam a fazer falta. E se for para usar uma vez por ano, não é mau, dadas as novas tecnologias!

quarta-feira, julho 22, 2009 9:14:00 da tarde  
Anonymous Luisa Alcântara disse...

Felizmente, ao que me informaram, os velhinhos marcos de correio não irão desaparecer. O problema são os vandalismos que estão a acontecer. Na minha zona de residência aconteceu o mesmo e agora há um aviso aconselhando a que só se coloque a correspondencia antes da última tiragem do marco.

Beijinhos

sexta-feira, agosto 07, 2009 5:11:00 da tarde  
Anonymous Luisa Alcântara disse...

E a propósito de marcos de correio, se não tivéssemos acesso a todas esta modernices, telefone, telemóvel, internet, etc., a única possibilidade de a felicitar neste dia 7 de Agosto, era mesmo o envio de um lindo postal, utilizando o marco de correio! PARABÉNS E MUITAS FELICIDADES e muitos beijinhos

sexta-feira, agosto 07, 2009 5:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home