quarta-feira, março 12, 2008

Histórias Lembradas - XVII

O meu Pai nunca entendeu a razão por que se gastava dinheiro em determinadas coisas, nomeadamente em cortinas. A minha Mãe, não obstante tentar com veemência, nunca conseguiu convencê-lo de que as janelas ficariam mais bonitas.
Lembro-me do dia em que declarou que a sala necessitava de cortinas novas.

- Porquê? - perguntou o meu Pai.
- Porque estão rotas - respondeu a minha Mãe.
- E estão rotas porquê?
- Porque o sol as queima.
- Então, outros panos que aí sejam colocados vão também ficar queimados!?
- !!! Claro!!!
- Bem me parecia que é só queimar dinheiro...

Eu, pessoalmente, embora tenha cortinas – nunca cortinados espessos – também acho que tapam o sol e a luz que gosto que inundem a casa.

Lembrei-me desta história depois de ter lido este texto da Carlota.

3 Comentários:

Blogger Carlota disse...

E eu, antes de chegar ao fim do texto, já estava a pensar no comentário: desde que não fossem cortinhas de fios!
:)

quarta-feira, março 12, 2008 1:12:00 da tarde  
Blogger Carlota disse...

Passei pelo h inadvertidamente. Cortinas!

quarta-feira, março 12, 2008 1:13:00 da tarde  
Blogger Madalena disse...

Laurinha, eu não sabia se gosto de cortinas... Agora tenho uma boa razão para estas minhas dúvidas. Escondem o sol. Se as janelas forem lindas e a paisagem valer a pena, não vale a pena queimar o dinheiro, como dizia o teu pai. Mil beijinhos

quinta-feira, março 13, 2008 11:58:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home