quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Histórias Inventadas? [17]


Esta história podia ter ocorrido no Liceu da Guarda, na Universidade de Coimbra ou na Universidade do Porto.
Optei por inventá-la em Coimbra.
Um professor, cansado talvez das palavras pouco sábias, mas, muitas vezes, vertidas em abundantes catadupas para o papel, decidiu limitar a duração dos testes a quarenta e cinco minutos.
Perante a reclamação geral quanto à escassez de tempo, remediou a situação, dilatando-o para três horas, mas confinando a extensão do teste a uma folha de papel almaço de trinta e cinco linhas.

4 Comentários:

Blogger Laura Lara disse...

Obrigada Carlota.
Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 21, 2008 2:07:00 da tarde  
Blogger espumante disse...

É curioso... para mim, o papel almaço era o papel branco, antes do advento do papel cavalinho, lembras-te do papel cavalinho? Para mim, papel de 35 linhas era papel de trinta e cinco linhas. Sempre a aprender contigo...
:)

quinta-feira, fevereiro 21, 2008 2:45:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Espumante
Claro que me lembro do papel cavalinho. Tinha a marca de água em relevo e era onde fazíamos desenhos. O papel almaço também tinha marca de água (sem ser em relevo) e, que me recorde, havia-o de 25 e de 35 linhas, em branco e em azul.
Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 21, 2008 3:30:00 da tarde  
Blogger Kalinka disse...

Olá Laura
que bom é recordar!!!

Numa tarde de chuva intensa e vento forte, sabia bem um cineminha, convido-a a acompanhar-me.

Bem que adoraria tirar uns dias da minha rotina habitual, casa-trabalho e ir sem direcção, por aí...Mas será que queria mesmo? Sózinha...
estou cansada de andar sózinha...

Queria ter as rédeas da minha vida e das minhas vontades na mão, neste momento não pode ser AINDA...

Bom fim de semana.
Um abraço.

sábado, fevereiro 23, 2008 7:41:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home