segunda-feira, dezembro 03, 2007

Histórias Inventadas? [15]

Lá no quartel, em Luanda, durante a guerra colonial, o pessoal, quando ia ao médico e trazia o receituário com os medicamentos prescritos, tinha que passar pelo responsável para que lhe fossem apostas as respectivas assinatura e carimbagem.
Assim aconteceu com mais um soldado.
Assinada a receita, foi-lhe dito: - Vai agora àquela mesa, carimba-a e logo podes ir à farmácia. Baixou os olhos para a secretária, retomando o trabalho que tinha em mãos.
Qual não foi o seu espanto, quando, apercebendo-se do mesmo soldado à sua frente, olhou-o e viu duas mãos espetadas, bem abertas, com todas as pontas dos dedos pintadas do negro da almofada do carimbo, já que tinha marcado o receituário com todas as suas dez impressões digitais.
- E agora onde posso lavar as mãos?

4 Comentários:

Blogger Madalena disse...

:)
Nem inventadas à séria! E assim se coligem memórias que perdurarão para lá desta geração que as viveu e da geração que as contou. Mil beijinhos

segunda-feira, dezembro 03, 2007 11:40:00 da tarde  
Blogger Carlota disse...

Oh, coitado!!! :)

terça-feira, dezembro 04, 2007 9:16:00 da manhã  
Blogger Pitucha disse...

LOL
Beijos

terça-feira, dezembro 04, 2007 12:46:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Madalena, Carlota e Pituxa
Beijinhos e bom fim-de-semana

sexta-feira, dezembro 07, 2007 10:47:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home