segunda-feira, julho 02, 2007

Sonhei

Sonhei que, de capacete imaculadamente branco, percorria um caminho de terra vermelha, que vinha não sei de onde e ia não sei para onde.
Sonhei que, pairando sobre as águas, queria saber o que estava para lá da linha do horizonte. Queria ver para onde ia, ou de onde vinha, o sol.
Sonhei que falava com enormes aranhas e pedia-lhes que me ensinassem a tecer o enredo da vida.
Sonhei que muitos olhos me olhavam.
Sonhei que o sonho não era, afinal, sonho, mas a vida acordada.

6 Comentários:

Blogger  disse...

Antes de mais, parabéns pelo blog!
Gostei especialmente de algumas postagens em particular!

Convido-o a visitar e porque não adicionar à lista de links laterais do seu blog:

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Obrigado!

segunda-feira, julho 02, 2007 11:00:00 da tarde  
Blogger MJM disse...

A vida acordada!, por vezes temos vontade que se transforme em sonho!
Obrigada por o seu post, que nos faz sentir mais leves, mesmo na vida acordada...
Beijos

terça-feira, julho 03, 2007 10:58:00 da manhã  
Blogger Madalena disse...

Querida Laura: Só uma imensa sabedoria de vida pode colocar a vida neste plano, com tanta beleza. Este é um texto particularmente belo e cheio de sensações visuais de tal modo intensas que nos transportam para esse mesmo plano. Tenho medo desses olhos, mas sinto-me atraída pela linha do horizonte. Mil beijinhos. Parabéns pela prosa inspirada.

quarta-feira, julho 04, 2007 11:33:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...


Agradeço a visita.
Já lá fui espreitar.

quinta-feira, julho 05, 2007 8:11:00 da manhã  
Blogger Laura Lara disse...

MJM
Gosto de sonhar. Todos gostamos, não é?
Beijinhos

quinta-feira, julho 05, 2007 8:13:00 da manhã  
Blogger Laura Lara disse...

Madalena
Bondade tua. São os teus olhos amigos.
Beijinhos

quinta-feira, julho 05, 2007 8:14:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home