terça-feira, março 06, 2007

Histórias Inventadas? [9]

Viva o Senhor Presidente! Viva o Senhor Presidente!
Há muitos, muitos anos, assim se manifestava a população à passagem do automóvel do Presidente da República de Portugal pelas ruas de Luanda, em visita oficial àquela então província ultramarina. Tinha sido decretada tolerância de ponto, o comércio fechara as suas portas. Muita gente enchia os passeios para verem o Senhor Presidente passar. Distribuíram-se bandeiras de Portugal que drapejavam, tremelicavam e aumentavam o colorido quente daquele dia de festa. O Rolls-Royce preto deslizava vagarosamente. À frente, a conduzi-lo, o motorista envergava farda chibante. Atrás, no banco da direita, o Senhor Presidente; no banco da esquerda alguém importante da comitiva.
Viva o Senhor Presidente! Viva o Senhor Presidente! – gritava um grupo estrategicamente colocado na esquina duma rua.
- Mas, afinal, qual deles é o Senhor Presidente?
- O sentado à direita, atrás?
- O sentado à esquerda, atrás?
- Nada disso! O Senhor Presidente é o que vai à frente. O patrão é sempre quem conduz.
Viva o Senhor Presidente! Viva o Senhor Presidente!

11 Comentários:

Blogger Carlota disse...

É evidente! ;)
Beijola.

terça-feira, março 06, 2007 9:25:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

E mai nada....
beijinho
beirense

quinta-feira, março 08, 2007 12:15:00 da manhã  
Anonymous Luisa Alcântara disse...

Que bom que é ler os seus escritos!
Um grande beijinho

quinta-feira, março 08, 2007 11:49:00 da manhã  
Blogger Periférico disse...

Delicioso!;-)

Beijos

quinta-feira, março 08, 2007 5:03:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Eu tenho pena que não transcrevesses a maneira deles dizer enhor Presidente....Risos
Beijinhos
LHingá

quinta-feira, março 08, 2007 10:23:00 da tarde  
Blogger Pitucha disse...

Ora cá estou eu a comentar! No fundo, tudo na vida tem várias maneiras de ser visto, é tudo uma questão de perspectiva e de códigos.
O que, se por um lado, complica a compreensão das coisas, por outro, torna tudo menos monótono!
Beijos

sexta-feira, março 09, 2007 7:43:00 da manhã  
Blogger Madalena disse...

Nada mudou, Laurinha. Hoje é mais difícilassumir o desconhecimento com esta humildade. Para além das ditaduras várias da imagem, da magreza, da beleza, há a ditadura do conhecimento absoluto de tudo. Toda a gente sabe tudo. Poucos se rementem à condição de ouvir e é ouvindo, acho eu, com atenção que se corre menos o risco de ser ignorante. Adorei estas linhas. Eu também vi passar o Presidente, em Moçambique. Craveiro Lopes, não foi?
Mil beijinhos!

sábado, março 10, 2007 12:31:00 da manhã  
Blogger MCM disse...

Que graça! Adorava ter andado por lá nesses tempos.

sábado, março 10, 2007 11:20:00 da tarde  
Blogger Kalinka disse...

Apetece-me sentar-me no parapeito da janela e olhar o céu em silêncio, contemplar as estrelas, sentir-me envolvida pela luz da lua.
Apetece-me embrulhar-me num cobertor e chorar até que as forças me faltem, deitar toda a dor, mágoa, tristeza, desilusão, arrependimento, amargura, medo, tristeza…

Palavras para quê…???
Estou de férias…vou tentar fazer tudo o que me apetece.
Beijokas.
Bom domingo.

domingo, março 11, 2007 1:33:00 da tarde  
Blogger Jaime de Lopo disse...

Pena, pena e mais pena. Vivi os melhores tempos no Macuti, estudava no Luis de Camoes, era socio do tenis e do golf e... tudo acabou.
Os meus cumprimentos desde España há muitos anos.
lopodesalisbury@gmail.com

sexta-feira, junho 05, 2009 3:53:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Jaime
Agradeço a visita. Continua a aparecer.
Beijos beirenses

sexta-feira, junho 05, 2009 4:00:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home