sábado, fevereiro 24, 2007

A História que eu não sei contar


Nasceu no dia 29 de Janeiro de 1889. Morreu no dia 3 de Novembro de 1918. Viveu na Estrada de Benfica, em Lisboa, num palacete de donos abastados. Chamava-lhes padrinhos. Mas não foi aí que conheceu o mundo. Foi em Almargem do Bispo, perto de Sintra, de família que trabalhava e negociava em pedras – mármores e afins. Que eu saiba, e sei muito pouco, viveu sempre em Benfica. Lá namorou, de lá casou. Para partir para Moçambique. Na Beira ficar a morar. Não foram os padrinhos, mas os pais que discordaram do casamento e de o casal ter decidido ir viver para o desterro de África. Se alguma vez existiram laços familiares, eles quebraram-se nessa decisão. Em 1913, nasceu-lhe um filho, em 1917, uma filha. Grávida de sete meses, a pandemia da pneumónica, gripe espanhola também lhe chamaram, levou-lhe a vida.

De Almargem do Bispo, nunca ninguém procurou ninguém.
De Almargem do Bispo chegou à Beira uma campa toda feita de mármore cor-de-rosa, ostentando o nome da minha avó, que também é o meu. Dizem que a campa era bonita. Nunca quis vê-la. Ficara assim cumprida a única e última obrigação.

7 Comentários:

Blogger Carlota disse...

Mas mais ninguém não a saberá contar assim, creio eu...
Beijola.

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 1:26:00 da tarde  
Blogger Torquato da Luz disse...

Querida Laura:
Agradeço que, quando puderes, me forneças o teu endereço electrónico para tslz@netcabo.pt
Beijinhos!

segunda-feira, fevereiro 26, 2007 6:09:00 da tarde  
Blogger Luísa Hingá disse...

Laura que respondo acerca deste comentário que deixaram no Voando:

Oops !!!
A minha mãe, Ester Maria Portugal Deveza, diz que quem lhe levou o vestido foi a Mariazinha Freitas Ribeiro.
Qual a relação com a Laura Lara ???

Beijos
Luísa

terça-feira, fevereiro 27, 2007 2:59:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Afinal, as certezas da minha mãe
Ester Maria Portugal Deveza com 85 aninhos ... já não são muito certas!!! Mostrei-lhe o blog e agora está impaciente/intrigada, quer saber quem é a mãe da Laura Lara.
Se quiser responder pode fazê-lo para manuela.deveza@unilever.com

terça-feira, fevereiro 27, 2007 1:59:00 da tarde  
Anonymous casadaponte disse...

A Dona deste blog conta estas coisas com um jeito delicioso...
Já tinha lido no blog da Luísa a versão do vestido de noiva...e não me digam que a internet não ajuda a vinda de memórias tão queridas!
Beijinhos
M.Dores

quarta-feira, fevereiro 28, 2007 1:20:00 da tarde  
Blogger 125_azul disse...

Uma flor para a campa de mármore cor-de-rosa, outra para as saudades da Beira, outra para ti. Beijinhos

quarta-feira, fevereiro 28, 2007 11:21:00 da tarde  
Blogger espumante disse...

Imagina que sabias contar a história...
:))

sexta-feira, março 02, 2007 1:00:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home