segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Estive comigo Própria

Este fim-de-semana estive sozinha. Sozinha não, estive comigo própria. Uma virose, ou qualquer coisa parecida, trouxe-me tosse, inflamou-me os olhos, impediu-me de ler, de ver televisão, de blogar. Tive assim muito tempo para conversar comigo. Saí, apenas, cerca de vinte minutos, para emitir a minha opinião sobre o "referendum". Eu saberia o que fazer com sessenta e cinco euros. Ainda há pouco gastei trinta e três na compra de dois livros. Na minha já longa vida é o único acto que permanece igual: comprar livros. Discos? Sim, mas para uma grafonola “His Master’s Voice”, a que se tinha que dar corda. Filmes? Sim, mas para uma máquina de projectar que estava sempre a partir as fitas, que se colavam com acetona (acho eu). Lembro-me de um filme do Charlot, em que ele chegava à janela e despejava para a rua um alguidar cheio de água. À custa de tanta colagem, a água, em vez de descer, subia, o que, para mim, era muito mais engraçado. Cassetes, CD, vídeos e toda uma panóplia de artigos, que daqui a muitos séculos estarão catalogados nos museus como objectos de culto, ainda não existiam. Mas existiam os relógios de dar corda, os brinquedos de dar corda e as bonecas que andavam e movimentavam a cabeça de um lado para o outro, quando lhes segurávamos a mão.
Tudo se inventa! Só não se inventa a maneira de tornar este mundo mais feliz. Será que a solução não é fácil? Será que o mal não está em nós, que não ensinámos os nossos filhos, os nossos netos, a conversarem consigo próprios? Deslumbrados com tantas novidades, não fomos capazes de as relativizar perante o que realmente é importante na vida.

13 Comentários:

Blogger Pitucha disse...

Não sei responder à pergunta!
(De qualquer maneira a culpa deve ser do aquecimento global do planeta! Como antes era do buraco na camada de ozono!)
;-)
Beijos

segunda-feira, fevereiro 12, 2007 5:19:00 da tarde  
Blogger Periférico disse...

Isso é que seria uma grande invenção... mas há medida que o tempo avança, parece que as assimetrias são cada vez maiores... quem me dera saber a resposta a essa pergunta!

Beijos

terça-feira, fevereiro 13, 2007 9:46:00 da manhã  
Blogger Xana disse...

Eu até vinha fazer um comentário a este post, mas o comentário da pitucha deixou-me perplexa - então o aquecimento global do planeta não é uma consequência do buraco na camada de ozono?

terça-feira, fevereiro 13, 2007 10:19:00 da tarde  
Anonymous casadaponte disse...

Espero que esteja melhor... da virose.
No que respeita às reflexões há tanta coisa a interferir!
Beijinhos
M.Dores

terça-feira, fevereiro 13, 2007 11:00:00 da tarde  
Blogger espumante disse...

Aqui e ali há que estarmos connosco, sob pena de nos perdermos :)
Espero que estejas restabelecida da virose.
Beijinho

terça-feira, fevereiro 13, 2007 11:51:00 da tarde  
Blogger Pitucha disse...

Xana
Agora é que me deixaste perplexa! Eu julgava que era por causa da poluição dos carros, dos aviões, essas coisas...
Beijos

quarta-feira, fevereiro 14, 2007 7:13:00 da manhã  
Blogger bia di sal disse...

Querida Laura, tenho para mim a convição que soube dar aos seus filhos essa capacidade e muitas outras mais...
Da minha parte acho que os meus pais também me souberam incutir aquilo que é importante...
Um abraço cheio de energia para que se restabeleça muito rapidamente!

quarta-feira, fevereiro 14, 2007 9:40:00 da manhã  
Blogger Laura Lara disse...

Pituxa
Registei tudo! Aquecimento global do planeta, camada do ozono, pouição dos carros, aviões, essas coisas...
Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 15, 2007 3:42:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Periférico
Acho que a Pituxa já deu a resposta!
Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 15, 2007 3:43:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Xana
Vidé resposta à Pituxa.
Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 15, 2007 3:46:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

MDores, Espumante e Bia
Melhor estou, boa ainda não.
Agradeço o vosso cuidado.
Beijinhos constipados

quinta-feira, fevereiro 15, 2007 3:48:00 da tarde  
Blogger Luísa Hingá disse...

Melhoras. Beijinhos

quinta-feira, fevereiro 15, 2007 10:20:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Mil beijinhos Laurinha. Todos poderíamos ser tão boas companhias para nós próprios, como tu,não é Laurinha! Mil beijinhos e as melhoras. Madalena

sábado, fevereiro 17, 2007 10:50:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home