quarta-feira, outubro 04, 2006

Cinema em Moçambique



Esta história foi-me contada por um bom amigo, Fernando Roza de Oliveira.
Foi pioneiro do cinema ambulante em Moçambique.
Fica aqui referida tal como ele próprio a fixou numa Separata, cuja capa reproduzo.

4 Comentários:

Blogger MJM disse...

Acho delicioso e surpreendente tal acontecimento! Como é possível nativos que vivem nesse meio dos animais ao vê-los numa outra dimensão apanhassem semelhante susto? Foi bom ficar registado por esse seu amigo, pois talvez contado,hoje em dia muitas pessoas não acreditassem. Percebo perfeitamente o que refere no seu post anterior, em relação à sua saída de Moçambique! E se realmente não quisermos usar a palavra morrer, eu costumo dizer que é mais um elo da cadeia que se quebra, uma parte da corrente que fica solta e necessita de se ir ligar a outros elos(sem que aquele seja abandonado)!
Beijos

sexta-feira, outubro 06, 2006 10:53:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Sou neto do Fernando Roza de Oliveira, aqui mencionado.
Penso ter este documento comigo, entre outros.
Como é que chegou a esta informação ?

Cumprimentos,
PGP

quinta-feira, janeiro 07, 2010 12:29:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

PGP
Conheci o seu avô no refeitório da Av. Visconde de Valmor, onde ele almoçava regularmente com a Marie Josephine. Era uma pessoa encantora. Tivemos interessantes conversas sobre África. Foi ele próprio que me ofereceu o livro.
Cumprimentos

quinta-feira, janeiro 07, 2010 10:11:00 da tarde  
Blogger LCV UERJ/UFF disse...

Prezada Sra. Laura Lara. Sou investigador da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, trabalho com os cinemas dos países de língua portuguesa e, no momento, investigo os primeiros anos do cinema em Moçambique. Muito me interessou e gostava de ter acesso a esta publicação de autoria do Sr. Fernando Roza Oliveira, "O cinema como elemento educacional nos meios rurais africanos" (Separata do Boletim da Sociedade de estudos de Moçambique. Lourenço Marques, vol. 32 , nº 135 p. 1-135. Abril/Junho 1963), que a senhora cita, se possível para uma cópia para estudo.
Para facilitar os contatos, além de professor no Rio de Janeiro, sou investigador integrado da Universidade de Coimbra, e estarei em Portugal ainda este ano de 2015, entre os dias 15 e 23 de novembro e, se a senhora puder, gostava de conversar sobre o assunto.
Antecipadamente agradeço a atenção.
Atenciosamente,
Jorge Cruz (e-mail: lcv01.uerj@gmail.com).

sexta-feira, outubro 02, 2015 1:00:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home