terça-feira, março 14, 2006

Histórias Lembradas - VIII

Pessoa mais sensível, difícil será encontrar.
Pessoa mais delicada, difícil será encontrar.
Pessoa mais sã, difícil será encontrar.
Pessoa mais prestável, difícil será encontrar.
Pessoa mais educada, difícil será encontrar.
Pessoa mais amiga, difícil será encontrar.

Tranquilo, delicado, andava neste mundo, parecendo que a todos pedia desculpa, que todos receava incomodar.

Era assim o meu Tio Manuel.

Foi convidado para almoçar. Pela primeira vez. Pessoas amigas, mas com quem fazia cerimónia. Era a sua maneira de ser, fazia cerimónia com toda a gente.
O almoço - bacalhau, batatas, grelos e ovos cozidos - juntava uma dúzia de pessoas à volta da mesa. Galheteiro, com azeite e vinagre, era só um. Pousado longe do lugar ocupado pelo meu tio. Pedir para lho passarem? Nem pensar! Não poderia incomodar tanta gente. Qual a solução? Comer sem esse tempero! E se ele gostava de azeite! Do bom, como havia na sua terra, deitado com fartura e, muitas vezes, no final, gostosamente saboreado com pão.
Mas a anfitriã reparou e a pergunta foi feita:
- Manuel, está a comer sem azeite?
Incomodado por ter incomodado, respondeu:
- Não gosto de azeite. Prefiro comer tudo seco!

E foi assim que, durante largos anos, passou a ser regularmente convidado e a comer sempre sem azeite.

18 Comentários:

Blogger Periférico disse...

Uma pessoa fiel aos seus princípios!;-)

Beijos

terça-feira, março 14, 2006 5:03:00 da tarde  
Blogger Folha de Chá disse...

«Quem tem vergonha, passa mal». E é mesmo verdade. eh eh eh

terça-feira, março 14, 2006 6:52:00 da tarde  
Blogger Isabel Magalhães disse...

Outros tempos, sem dúvida. No entanto acho que a cerimónia excessiva é muito incómoda... para todos. :)

terça-feira, março 14, 2006 7:39:00 da tarde  
Blogger dakidali disse...

Já não há pessoas assim.
Beijinhos
Teresa

terça-feira, março 14, 2006 7:50:00 da tarde  
Blogger Pitucha disse...

Espero que se tenha habituado...
Beijos

terça-feira, março 14, 2006 9:47:00 da tarde  
Blogger Carlota disse...

Tenho a impressão de que eu própria seria capaz de fazer algo de semelhante.
É que na atmosfera faço muito mais cerimónia do que na blogosfera!:)
Beijola

terça-feira, março 14, 2006 10:31:00 da tarde  
Blogger Madalena disse...

Também como quase tudo sem azeite... mas não é por educação!!!!
Beijinhos e obrigada por mais esta história!

quarta-feira, março 15, 2006 9:01:00 da manhã  
Blogger JVC disse...

que engraçado. Conheço algumas pessoas que facilmente cairiam numa situação dessas. Não querem incomodar e depois só se prejudicam. Para os outros é indiferente.

quarta-feira, março 15, 2006 12:37:00 da tarde  
Blogger Luh disse...

Um dia fui visitar uns amigos e era cabrito, que eu e o meu marido detestamos, por causa de uns que comemos idos de Tete para LM. Não os quisemos desgostar e o nosso jantar foi salada e batas fritas...coma mais...e nós a dizermos que não tinhamos apetite. Ninguém se apercebeu.
Passado algum tempo nova visita e novo convite para o jantar e eles perguntaram se queriamos cabrito ou leitão assado. A nossa resposta foi em coro.Parecia que timhamos treinado....Risos

quarta-feira, março 15, 2006 3:31:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Periférico
Lá isso era, sem dúvida.
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:07:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Folhita
Mas ele era assim...
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:08:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Isabel
Outros tempos, realmente.
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:09:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Tété
É que não há mesmo!
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:09:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Pituxa
Não creio, ou não contaria a história.
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:10:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Carlota
A sério?
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:11:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Madalena
Esta história foi ao teu gosto - sem azeite!
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:12:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

JVC
Mas cada vez há menos pessoas assim, não achas? Eu acho.
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:13:00 da tarde  
Blogger Laura Lara disse...

Maryluh
Situações aborrecidas, de facto!
Beijinhos

quarta-feira, março 15, 2006 4:15:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home