sexta-feira, fevereiro 10, 2006

Respigos de África - XXVII

Aos Domingos, logo que a minha Mãe se levantava, lá ia ter com o meu Pai. Enfiava-me na sua cama e passava bons momentos a conversar e a ouvir os livros que ele me lia, que, na altura, de tão pequena, ainda não conseguia ler os livros dos crescidos, como eu dizia.
Eu achava que havia dois mundos diferentes. O mundo dos pequenos e o mundo dos grandes.
No meu mundo, o dos pequenos, havia os livros de histórias infantis que eu lia e entendia.
No meu mundo, o dos pequenos, eu falava e entendia o que me diziam.
No outro mundo, o dos grandes, havia os outros livros, com histórias muito compridas, letras muito apertadinhas, que eu não entendia.
No outro mundo, o dos grandes, falava-se de coisas que eu não entendia. Achava mesmo que falavam uma outra língua, que não a minha.
Mas quando era o meu Pai a ler-me e a falar-me, eu entendia tudo e ria.
Recordo-me de dois livros, que ainda hoje gosto de reler, apesar de estarem completamente esquecidos. Injustamente esquecidos, eu acho.
“A Maluquinha de Arroios” e “A vizinha do lado”, de André Brun.
O humor de André Brun, a alegria, a graça e a leveza que marcaram a filosofia de vida do meu Pai, fizeram com que, hoje, eu recordasse velhos tempos de África e escrevesse isto.

7 Comentários:

Blogger Madalena disse...

Há uma maneira de honrar a memória dos que fizeram de nós o que somos. É uma maneira linda: esta!
Um beijinho muito grande para ti. Os teus valores só podiam ter uma raíz muito profunda.

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 5:43:00 da tarde  
Blogger Carlota disse...

As cumplicidades entre pais e filhos são das coisas mais bonitas que existem. Eu, como mãe, adoro fomentá-las.
Beijola

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 8:13:00 da tarde  
Blogger espumante disse...

Cheguei a casa, li o teu post... e foi como se tivesse tomado um chá. Relaxante e saboroso. Um dia tentarei peceber como consegues transmitir esta sensação de serenidade as pessoas.
Beijinhos

sábado, fevereiro 11, 2006 8:17:00 da tarde  
Blogger Pitucha disse...

Estou com saudades do avô e de rir com ele!
Beijos

sábado, fevereiro 11, 2006 10:51:00 da tarde  
Blogger mixtu disse...

falta-me ler a vizinha do lado, áfrica...
jinhos

domingo, fevereiro 12, 2006 9:22:00 da tarde  
Blogger lusoblogger disse...

Kanimanbo pelo teu texto!

domingo, fevereiro 12, 2006 10:23:00 da tarde  
Blogger JVC disse...

Lembro-me de ter também essa sensação- dois mundos completamentes distintos.
muito bom post, Laura.
beijinhos

segunda-feira, fevereiro 13, 2006 11:28:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home