quarta-feira, julho 06, 2005

Respigos de África - IV

O capataz tinha por missão tomar conta do pessoal duma plantação de algodão. O trabalho do pessoal era pesado e exigia toda a sua atenção para que fosse feito depressa e bem. No entanto, passar os dias preso naqueles campos não era o ideal de vida do capataz. Preferia estar na cidade com os amigos, beber umas cervejas, comer uns camarões e gastar conversa. Anos antes, num acidente, havia ficado sem um olho, pelo que usava um em vidro. E foi deste infortúnio que lhe surgiu a ideia que viria a solucionar o seu problema. Uma manhã lá apareceu no trabalho, munido de um enorme escadote em madeira. Subiu, pediu a atenção de todo o pessoal e, em voz bem alta, disse: - Pessoal, hoje não posso ficar, mas deixo aqui o meu olho a tomar conta... logo que possa volto! E tirou o olho de vidro que, cuidadosamente, colocou no topo do escadote, em cima dum lenço branco, bem dobrado. E ainda repetiu: – Olhem que eu vou, mas o meu olho fica aqui a ver tudo! E foi assim que o seu trabalho passou a ser ir de manhã colocar o olho no cimo do escadote e regressar à tarde para o recolher. Todo o pessoal trabalhava afincadamente, já que não se questiona capataz e muito menos capataz com cuxe-cuxe.

O que deixo aqui escrito passou-se perto da Beira, há cerca de uns setenta anos, e foi o meu pai que me contou.

4 Comentários:

Blogger Ana disse...

Uma história pelo que oercebi, veridica... deve ser interessante ouvir esse tipo de histórias...

quarta-feira, julho 06, 2005 11:41:00 da manhã  
Blogger António disse...

Óptima história!
(e não venham dizer que é racista)
Jinhos

quarta-feira, julho 06, 2005 2:10:00 da tarde  
Blogger António disse...

Obrigado pela visita oo meu covil.
Sou da UP, sim senhora.
Mas, por favor, não me trates por Sr. Eng. que fico todo arrepiado...eh eh
Jinhos

quarta-feira, julho 06, 2005 4:21:00 da tarde  
Blogger Madalena disse...

Eu acredito, Laura! Até eu trabalhava afincadamente se visse um olho sempre a olhar para mim!!!!
Beijinhos!
E venha outra que tu és uma fonte!
(Eu gosto de fontes, por isso a metáfora!)

quarta-feira, julho 06, 2005 10:39:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home