quinta-feira, junho 30, 2005

No princípio era o Verbo

Sempre achei um passatempo divertido pensar na razão de ser das palavras.

Passo a explicar: Vejamos, por exemplo: por que razão ao livro se deu a palavra livro? Sim, vem do latim libru-. E porque é que os romanos lhe chamaram assim? Está bem, livro todos deste pesadelo. Não leiam mais. Ninguém tem de aturar ninguém. Mas o que tem a ver um livro, substantivo, com este outro livro, tempo verbal?

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por meio dele" (João 1:1-3). A Bíblia explica tudo? Não creio. Ou então está de tal forma codificada, que só entendem os iluminados que possuem a chave.

Qual o significado de “verbo”? Em grego era “logos” (género masculino). Lutero utilizou “das Wort” (género neutro). Os franceses usam “la parole” (género feminino). Até os géneros diferem.

Desculpem-me os ilustres professores do nosso idioma, mas isto não passa duma brincadeira de quem é totalmente ignorante na matéria..

1 Comentários:

Blogger Pitucha disse...

Interessante! Mas será que esta discussão tem um princípio? Há isto porque há aquilo. E porque é que há aquilo? Paramos em Deus ou num buraco negro!
Boa sorte com as investigações.
:-)

quinta-feira, junho 30, 2005 5:18:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home